FANDOM


Os verbos no infinitivo na Cuta terminam com i ao final do verbo base. Os verbos não mudam de acordo com a pessoa que a conjuga, apenas com o tempo verbal. No português se flexibiliza muito de acordo com quem conjuga e o tempo verbal. No inglês a maioria dos verbos só se flexibilizam quando quem conjulga são so pronomes he/she e o it. No esperanto, os verbos só se flexibilizam quando ao tempo verbal. Esta é uma boa regra para facilitar a aprendizam e foi adotada pela Cuta.

Modo indicativo: indica uma certeza, um fato ou algo certo quanto a uma ação, não importa em qual tempo aconteceu (ou possivelmente vai acontecer como é o caso dos verbos no futuro).

Os tempos verbais no indicativo são 6. São eles infinitivo, passado perfeito, passado imperfeito, presente, futuro perfeito e futuro imperfeito. Não existe pretérito mais que perfeito do português. Aliás, este tempo verbal é redundante, serve apenas para indicar que uma ação passada aconteceu há muito tempo (o que é bem subjetivo). Se uma pessoa está interessada em saber se uma ação passada aconteceu há muito tempo ou não, ela deve procurar os fatos da ação e não na "sugestão" de um verbo.

Infinitivo: indica um verbo no seu estado puro, sem flexão.

Exemplo no português: cantai

Passado perfeito (PP): indica uma ação passada que teve começo e fim.

Exemplo no português: Ele cantou.


Passado imperfeito (PI): indica uma ação passada que teve começo mas não fim.

Exemplo: Ele cantava, mas faltou energia.


Presente (P): indica uma ação presente.

Exemplo: Ele canta.


Futuro perfeito (FP): indica uma ação futura que possivelmente acontecerá, ou seja, terá começo e fim.

Exemplo: Ele cantará.


Futuro imperfeito (FI): indica uma ação futura que, por algum motivo, provavelmente não acontecerá, ou seja, não terá um começo e muito menos um fim.

Exemplo: Ele cantaria se pagassem o cachê.


Sendo assim, ficou definido que para identificar os tempos verbais, os verbos terminados em o indicarão PP, terminados em e indicarão PI, terminados em i indicarão presente, terminados em a indicarão FP e terminados em u indicarão FI.

Aqui há um pequeno detalhe a ser esclarecido. Poderia ter se adotado a ordem a, e, i, o e u, mas como a fonética do o e do u são muito parecidas e caso se tivesse adotado o o para FP e u para FI, poderia haver confusão na oralidade, dependendo de como o orador fala a palavra. Isto foi resolvido adotando a sequência o, e, i, a e u, onde é bem menor a possibilidade de confundir, foneticamente falando, por se tratarem de tempos verbais diferentes sendo o o para PP e o a para FP. Mesma coisa para o e e o i.

Exemplo:

catai (cantar) = infinitivo

cato (cantou) - passado perfeito

cate (cantava) - passado imperfeito

cata (canto) - presente

cati (cantarei) - futuro perfeito

catu (cantaria) - futuro imperfeito

Páginas na categoria "Verbo"

Esta categoria possui apenas a página a seguir.